Gestão Avançar na Luta

REDES SOCIAIS

17 de Dezembro de 2017 | Domingo

Fazendários preparam paralisação na DAT Metro, dias 12 e 13


Compartilhe

Boletim 1630 - Salvador, 06 de dezembro de 2017  

Os fazendários iniciam o terceiro mês de mobilização com paralisação na DAT Metro, nos dias 12 e 13 de dezembro, terça e quarta da semana que vem. A categoria não arrefece a luta, retomada em outubro, com  ações nas três DATs, em movimentos que têm tido 100% de adesão e tem incomodado muito o Gabinete da Sefaz.

Como aconteceu na DAT Norte (06 e 07 de novembro) e na DAT Sul (27 e 28 de novembro), a paralisação será de 48 horas em todas as unidades da Sefaz em Salvador e região metropolitana. Ficarão parados o Posto Fiscal Honorato Viana, o PF existente no aeroporto, postos de atendimento nos SACs, além das repartições da Secretaria em Salvador.

Apesar do governo não ter reaberto as negociações para discutir de forma madura e responsável os pleitos dos fazendários, a mobilização da categoria já conseguiu pequenas vitórias. Primeiro, ajudou a pressionar o governo a rever os salários que estavam abaixo do mínimo, o que traz impacto na remuneração para os técnicos admini strativos. E pôs fim ao silêncio quanto ao concurso. Mesmo sem anunciar oficialmente, o governo disse em entrevista a uma rádio de Salvador que autorizou a realização do concurso na Sefaz.

A luta vai continuar. Entraremos em um período de dificuldades de mobilização, com o período de festas de final de ano e férias, mas as ações para pressionar o governo a debater nossas reivindicações não vão parar. Além de uma nova campanha de mídia, o Sindicato se prepara para levantar nossas bandeiras no cortejo do Bonfim, no dia 1 1 de janeiro.  

MOBILIZAÇÃO

Pedimos a todos os colegas que trabalham em Unidades Móveis de Fiscalização para se dirigirem PF Honorato Viana, a fim de fortalecer o movimento nos dois dias. Não vamos parar os caminhões. Nos SACs, os colegas do grupo TAD e do Fisco não devem realizar agendamento, nem atender aos contribuintes. Quem trabalha em fiscalização de Estabelecimentos, na Malha Antecipa e na fiscalização de ITD deve suspender suas atividades. Nas demais repartições, pedimos a adesão de todos os colegas, inclusive no Prédio Sede.

O Sindsefaz pede também aos fazendários que estão em cargos de chefia para entenderem o atual momento e não pressionarem seus subordinados, que antes de tais, são colegas que estão lutando por benefícios que, se conquistados, beneficiarão a todos, inclusive aos chefes. A entidade espera que haja por parte da administração o respeito ao legítimo direito de greve e protestos dos servidores, evitando o uso da PM e da Corregedoria como forma de intimidação.